quinta-feira, 28 de junho de 2012

Chuva, amor e conclusão



Chuva. Fenômeno climático que traz alegria para uns e tristeza para outros. Deve ter alguém nessa cidade se lamentando por causa disso, outra comemorando, quem sabe até uma se lembrando dos vários estados que a água passa até chegar a chuva.
Enquanto isso, eu fico aqui enrolada nas minhas cobertas, dentro de um mundinho cor de rosa, ouvindo o som da chuva (aquele barulhinho dos pingo batendo no telhado) e pensando em você. Se estar bem, se passa frio, se estar dormindo ou acordado e se estar em pensando em mim... Penso que o amo é como a chuva, sempre passando por etapas inúmeras vezes e como ela sempre completa o ciclo  perfeitamente. Assim é nosso relacionamento, passaremos por muitas fases mas sempre iremos retornar ao começo de tudo. Onde tudo é novo, bonito e especial.
Deitada na minha cama, depois de pensar nisso tudo me pergunto se estamos de um jeito que necessite de tanta reflexão. Concluo que não, pois estamos tão bem que não há o que questionar. Fecho os olhos e durmo sorrindo, pois mais uma vez encontrei [ em você ] um motivo pra sorrir.

3 comentários:

  1. parece que alguém está perdidamente apaixonada.
    muito bom o texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem tem como negar Amanda, estou muito apaixonada sim!

      Excluir

O que achou do post?
Deixe aqui um comentário